Nota Fiscal Eletrônica - NFe

Conselhos Municipais

Blogs

Previsão do Tempo

História de São José do Alegre

História São José do Alegre

Em 1837, aproximadamente, havia em nossos arredores, uma pequena fazenda habitada por uma família muito animada, Sr. Caetano Pires Barbosa e sua esposa Sra. Izabel Domingues de Siqueira. Está família fazia muitas festas com danças, quadrilhas etc. Devido ao bom espírito da família originou-se o nome da fazenda de "Fazenda do Alegre".

No dia 07 de dezembro de 1838, foi lavrada no cartório da Freguesia de São Sebastião da Capituba hoje, Pedralva, uma escritura de doação, na qual a família do Sr. Caetano Pires doou 200 braças de terras para a construção de uma capela ao patriarca São José.

Com o passar do tempo outras famílias foram chegando. A fazenda transformou-se em um arraial que recebeu o nome de "Arraial dos Alegres".

Em 10 de julho de 1876, o arraial é elevado à categoria de distrito, pertencendo ao município de Cristina, de acordo com a Lei Provincial nº 2.281. Esta mesma lei criou a paróquia, que, no entanto, só teve reconhecimento canônico 39 anos mais tarde. Em 1º de janeiro de 1939 o distrito foi investido na categoria de Vila, conforme Decreto Lei Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938. Emancipado o município de Pedralva, no ano de 1887, a Freguesia dos Alegres, como era denominado o local na época, passou a fazer parte do mesmo, assim permanecendo, até que pela Lei Estadual nº 1039, de 12 de dezembro de 1953, foi elevado à categoria de Município, sendo nomeado Intendente o Sr. Lélio Joaquim Seabra.

Em 1954 foi realizada a primeira eleição municipal, estando o município subordinado Judicialmente, até hoje, à Comarca de Pedralva

.